Roteiro de crítica da inscrição estadual - SÃO PAULO


Volta a página anterior

Volta ao Menu Principal


Desenvolvido por DORNELLES, Carlos Alberto - Analista de Sistemas - Brasília DF. - cad_cobol@hotmail.com

Roteiro de crítica da inscrição estadual - SÃO PAULO
Fórmula do cálculo do dígito verificador da inscrição estadual (módulo 11)

Regra Geral:

Em todas as contagens de posições de caracteres e cálculos efetuados deverão ser ignorados caracteres diferentes da letra "P" e dos algarismos 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, ,7, 8 e 9.

I – Industriais e comerciantes (exceto produtores rurais a eles não equiparados):

à Formato: 12 dígitos sendo que o 9º e o 12º são dígitos verificadores

Exemplo: Inscrição Estadual 110.042.490.114

a) Cálculo do 1º dígito verificador, ou seja, do 9º dígito contado a partir da esquerda:

Atribui-se um peso a cada dígito da Inscrição Estadual seguindo a ordem utilizada abaixo:

1  1  0  0  4  2  4  9  0  1  1  4

1  3  4  5  6  7  8 10 PESOS

(1 x 1) + (1 x 3) + (0 x 4) + (0 x 5) + (4 x 6) + (2 x 7) + (4 x 8) + (9 x 10) = 1 + 3 + 0 + 0 + 24 + 14 + 32 + 90 = 164

O dígito verificador será o algarismo mais à direita do resto da divisão do resultado obtido acima (164) por 11

164 / 11 = 14 com resto = 10, então o 1º dígito verificador (9ª posição) é 0

b) Cálculo do 2º dígito verificador, ou seja, do 12º dígito contado a partir da esquerda:

Atribui-se um peso a cada dígito da Inscrição Estadual seguindo a ordem utilizada abaixo:

1 1   0 0 4 2 4 9 0 1 1 4
3 2 10 9 8 7 6 5 4 3 2 PESOS

(1 x 3) + (1 x 2) + (0 x 10) + (0 x 9) + (4 x 8) + (2 x 7) + (4 x 6) + (9 x 5) + (0 x 4) + (1 x 3) + (1 x 2) = 3 + 2 + 0 + 0 + 32 + 14 + 24 + 45 + 0 + 3 + 2 = 125

O dígito verificador será o algarismo mais à direita do resto da divisão do resultado obtido acima (118) por 11
à
125/11 = 11 com resto = 4, então o 2º dígito verificador (12ª posição) é 4

Fica então formada a inscrição 110.042.490.114

  

II – Inscrição estadual de Produtor Rural (Não equiparado a industrial ou comerciante, cujas inscrições obedecem a Regra descrita no item anterior):

Formato: - P0MMMSSSSD000
13 caracteres dos quais o 10º caracter contado a partir da esquerda ("D") é o dígito verificador

Inicia sempre com "P" e apresenta a sequência 0MMMSSSSD000, onde:

0MMMSSSS à algarismos que serão utilizados no cálculo do dígito verificador "D"
"D" à Dígito verificador que consiste os 8 (oito)dígitos imediatamente anteriores
000 à 3 (três) dígitos que compõem o nº de inscrição mas não utilizados no cálculo do dígito verificador

Exemplo: Inscrição Estadual P-01100424.3/002

Cálculo do dígito verificador, ou seja, do 10º dígito contado a partir da esquerda, incluindo-se na contagem a letra "P":

Atribui-se um peso a cada dígito da Inscrição Estadual a partir do primeiro 0 (zero) seguindo a ordem utilizada abaixo:

1  1  0  0  4  2  4  3
1  3  4  5  6  7  8 10 PESOS

(0x 1) + (1 x 3) + (1  x 4) + (0 x 5) + (0 x 6)  + (4 x 7) + (2 x 8) + (4  x 10) = 0 + 3 + 4 + 0 + 0 + 28 + 16 + 40 = 91

O dígito verificador será o algarismo mais à direita do resto da divisão do resultado obtido acima (91) por 11

91 / 11 = 8 com resto = 3, então o dígito verificador (10ª posição) é 3

Fica então formada a inscrição P-011000424.3/002



© Copyright Sintegra