COBOL - Configuration section - XML-SCHEMA clause



Desenvolvido por DORNELLES Carlos Alberto - Analista de Sistemas - Brasília DF. - cad_cobol@hotmail.com

COBOL - Configuration section - XML-SCHEMA clause
Enterprise COBOL for z/OS, V4.2, Language Reference

A cláusula XML-SCHEMA fornece os meios de relacionar xml-schema-name-1 a um identificador de arquivo externo:
um ddname ou variável de ambiente que identifica o arquivo externo real que contém o esquema XML otimizado.

O identificador de arquivo externo pode ser especificado como uma palavra definida pelo usuário external-fileid-1 ou como um literal alfanumérico literal-8 e identifica um arquivo externo z / OS UNIX® existente ou um conjunto de dados MVS que contém o esquema XML otimizado.

O identificador de arquivo externo deve ser o nome especificado na instrução DD para o arquivo ou o nome de uma variável de ambiente que contém as informações de identificação do arquivo.

Para obter detalhes sobre como especificar uma variável de ambiente, consulte Environment variable contents for an XML schema file - Conteúdo da variável de ambiente para um arquivo de esquema XML.

XML-SCHEMA xml-schema-name-1 IS
xml-schema-name-1 pode ser referenciado apenas em uma instrução XML PARSE.

O xml-schema-name na cláusula XML SCHEMA pode ser uma palavra definida pelo usuário DBCS.

external-fileid-1
Especifica uma palavra definida pelo usuário que deve estar em conformidade com as seguintes regras:
  • A palavra definida pelo usuário pode conter de um a oito caracteres.
  • A palavra definida pelo usuário pode conter os caracteres AZ, az, 0-9.
  • O caractere inicial deve ser alfabético.
literal-8
Especifica um literal alfanumérico que deve estar em conformidade com as seguintes regras:
  • O literal pode conter de um a oito caracteres.
  • O literal pode conter os caracteres AZ, az, 0-9, @, # e $.
  • O caractere inicial deve ser alfabético, @, # e $.

O compilador dobra external-fileid-1 ou literal-8 para maiúsculas para formar o ddname ou o nome da variável de ambiente do arquivo.

Environment variable contents for an XML schema file - Conteúdo da variável de ambiente para um arquivo de esquema XML

O nome da variável de ambiente deve ser definido usando apenas maiúsculas, porque o compilador COBOL dobra automaticamente o identificador de arquivo externo para maiúsculas.

Para um esquema XML em um conjunto de dados MVS, a variável de ambiente deve conter uma opção DSN no formato mostrado abaixo.

O nome do conjunto de dados (data-set-name) deve ser totalmente qualificado.
Você não deve codificar espaços em branco entre parênteses.

Para um esquema XML em um arquivo z/OS UNIX, como um arquivo zier ou sistema de arquivos hierárquicos (zFS ou HFS), a variável de ambiente deve conter uma opção PATH no formato mostrado abaixo.

nome do caminho (path-name) deve ser um nome absoluto do caminho; isto é, deve começar com uma barra.
Caracteres especiais no nome do caminho devem ser "escaped" precedendo-os com uma barra invertida.
Por exemplo, para incluir uma barra invertida no nome do caminho, codifique duas barras invertidas em sequência.

Para obter mais informações sobre como especificar o nome do caminho, consulte a descrição do parâmetro PATH na Referência JCL do z/OS MVS.

Para ambos os formatos, os espaços em branco no início e no final do conteúdo da variável de ambiente são ignorados.
Você não deve codificar espaços em branco entre uma palavra-chave e o parêntese esquerdo que segue imediatamente a palavra-chave.



© Copyright IBM Corp.